Buenos Aires: o que fazer?

Postado por Administrador Cadê a Gi? em

Oi Viajantes,

Já fui 6 vezes à Buenos Aires e cada vez foi uma experiencia diferente. Já fui sozinha, duas vezes fui com o Julio (o marido), já fui só com as amigas, uma vez com um casal de amigos e uma vez com o Julio e o Be (filhote)... enfim já fui à Buenos Aires de todas as modalidades rs. Confeço que nem todas as vezes foram legais, por isso, vou dar umas dicas básicas aqui para vocês aproveitarem essa cidade que hoje posso dizer que adoro de verdade.

Como geralmente fico só uns 4 dias por lá, cada vez que fui, fiz passeios e coisas diferentes. Eu gostei de aproveitar a cidade dessa maneira, sempe que volto de lá, sei que na proxima vez terei uma experiência nova.

O motivo de não ter gostado de Buenos Aires quando fui a primeira vez com o Julio, foi porque ainda acreditávamos naquela historinha que hotel é só pra dormir. Pois é, descobrimos que pra gente, isso não é verdade. A gente escolheu um hotel baratinho e bem no centro. Só que ficar no centro de Buenos Aires no fim de semana foi a maior furada: lojas fechadas, mendigos e pivetes fazendo a festa. Sem contar que o hotel era péssimo, o pior café da manhã que já tomei na vida e um quarto caindo aos pedaços. Podem acreditar, foi ódio a primeira vista. Esses fatos fizeram com que a gente achasse a cidade horrivel.

Mas, ainda bem que voltei lá de novo com umas amigas e tudo mudou de figura. Ficamos na Recoleta, num hotel excelente, numa rua tranquila e ao mesmo tempo bem localizada, fizemos passeios inusitados e experimentamos sabores inigualáveis. Aí, foi fácil ver que Buenos Aires é linda, mas principalmente entendi um pouco melhor sobre o meu perfil de viajante: gosto de ficar num hotel confortável, de restaurantes bacanas e de feirinhas de bugingangas rs.

Daí em diante, consegui até mudar o conceito sobre a cidade que o Julio tinha. Acabamos descobrindo locais deliciosos e a cidade entrou pra nossa listinha de preferidas para voltar de vez em quando. Por isso, acho que posso dar algumas dessas dicas para vocês terem otimas experiencias e não passarem por algumas ruins. Afinal, essa cidade gosta de ser comparada as cidades europeias e eu até que concordo.

1) Explorem a região da Recoleta, um bairro charmoso e cheio de glamour:
  - vá a feirinha da Recoleta aos finais de semana
   - vá ao cemitério (sim, isso é passeio lá, tem vários tumulos de famosos e o ar do local nem é tão horripilante), 
   - pode ser um almoço rápido, mas é substancial, coma uma Empanada no El Sanjuanino, é numa rua pertinho da feirinha, facil de achar com o Maps
  - conheça a famosa Flor Metálica. Ela abre de acordo com a hora do dia  
   - veja o show chamado Fuerza Bruta. É um espetáculo com luzes, musica e acrobacias de tirar o folego, é muito maneiro. Ele acontece ali mesmo na Recoleta a noite, mas tem que comprar ingresso
  - tem um museu chamado Proibido No Tocar, que é bem interessante, principalmente para os pequenos
  - o Museu de Belas Artes oferece muitas exposições bacanas pra quem gosta de Museu rs
  - na Recoleta tem o Malba também, Museu de Arte Moderna. Se vocês gostarem desse estilo, dá para passear algumas horas depdendendo da exposição  

   - visite o Centro Cultural, um passeio bem legal, num casarão lindo

2) No domingo não deixe de ir na feira de San Telmo, ela fica no centro. Aí, pode explorar a feira que é gigantesca. Tem de tudo e mais um pouco. Fiquem de olho, porque na praça central tem show de tango de graça com umas pessoas mais idosas que dão realmente um show.

 

3) Perto de San Telmo, fica a casa Rosada. Se informa, porque tem como fazer uma visita guiada. Nunca fiz, mas dizem ser interessante.

4) Passeie por Palermo. Um bairro super gostoso e charmoso também.
   - não deixe de ir ao Jardim Japones. É muuuuito lindo
   - o parque Rosedal também é maravilhoso
   - vale muito a pena passear pelo jardim botânico

   - já fui ao planetário 2 vezes, mas não entrei nenhuma das vezes, estava fechado rs. Mas dizem ser legal, então se estiver aberto, aproveite

5) Vá a um show de Tango. Já fui ao Madero, ao Sr Tango, a um outro mais intimista no Café Tortoni e um bem no meião do povo, bem raiz chamado de Milongas. Todos valem a pena. Eu acho maravilhoso. Aviso que é um programa caro, mas vale gastar o dinheiro, o show é bem elaborado, de cair o queixo. Geralmente pega-se o pacote de transfer ida e volta ao hotel, jantar incluso e o show, então é um baita programa para uma noite.

    

6) Já fiz um passeio de barco pelo Delta do Tigre. Aqueles passeios que compramos e são meio furada, mas no final, sempre vale a pena rs A ida é num trem bem charmosinho e depois uma vistia a uma tribo. Foi um pacote interessante, mas talvez você possa deixar passar essa dica aqui rs

7) Os ônibus de sightseeing costumam ser bem legais, só vale ficar atento aos horários de rush por causa dos engarrafamentos. Porque ficar parado em engarrafamento numa viagem, é meio chatinho, né?

8) Se você quiser, um passeio muito legal de um ou dois dias, pegue um Ferry até Colonia del Sacramento, que é do lado Uruguaio. A cidade é muito fofa. Só que acho que são umas 3h de barco, então na verdade, o melhor é dormir lá e voltar no dia seguinte. Até porque a cidade a noite é muito gostosinha, tem um charme antigo todo especial. Essa cidade tem vários carros de épocas rodando e um castelo medieval bem interessante.

9) Já fui a um jantar super diferente na casa de um casal de chefs que recebem várias pessoas que não se conhecem na casa deles mesmo. O cardápio é surpresa, são vários pratos... tinha as entradas e 6 pratos. A cada prato combinava um vinho com uma explicação da somelier. Fomos com um outro casal de amigos e foi bem divertido. Saimos de lá todos zonzos de tanto vinho rs. Tem que fazer a reserva antecipada pelo email: reservas@paladarbuenosaires.com.ar 

10) Não posso esquecer de falar sobre o Caminito. Aquele bairro todo colorido que a gente sempre vê em fotos de Buenos Aires. Não tem muito o que fazer ali, são lojinhas e restaurantes, mas tem que ir pelo menos uma vez na vida.

11) Vá a rua Florida bem no centro, mas é um lugar pra ficar atento aos pivetes. Não deixe de entrar no shopping Pacífico, tem uma pintura no teto que é surreal.

12) Passear em Puerto Madero também é bem gostoso. Uma área portuária toda reformada cheia de restaurantes.

13) Tomar um chá da tarde no Hotel Alvear, ahhhh. Você vai se sentir uma lady, na época dos anos 40. É glamouroso, estiloso e o café bem bom. Ah, não deixe de passar no banheiro rs, é divino rs rs

14) Uma outra visita interessante é ir ao teatro Collon. É legal, mas sinceramente eu não vi nada demais para pagar por um tour guiado. Enfim, fui um passeio rs.

15) O zoo em Palermo está caidérrimo, não vá que não vale a pena!!! A gente sai de lá deprimido com um monte de animais mal tratados.

16) Se forem fãs de futebol, a visita ao estádio do Boca Jr é muito legal. Eu não achei graça, mas o Julio gostou.

17) Super recomendo ir no restaurante chamado El Estrebe na calle Peña, na Recoleta (rua Penha). Ele é um restaurante dos locais argentinos. A carne é divina, muito gostoso mesmo. Eu quase sempe fico hospedada nessa rua no hotel Howard Johnson Boutique Recoleta. Ele é excelente. Tem duas big camas hiper confortáveis. O banheiro ótimo e o café da manhã também muito bom. Recomendo de olhos fechados tanto o restaurante quanto o hotel.

18) Não deixe de jantar no restaurante chamado La Cabrera, em Palermo. A melhor carne da minha vida todas as vezes que fui, rs 

19) Um passeio muito diferente é pegar o metro da linha 1, só por pegar mesmo. Vá e volte rs. É que foi a primeira linha de metro deles e os bondes são de madeira, o trem anda e tudo chacoalha, parece que vai desmontar rs

20) Não deixem de tomar um sorvete original no Freddo. Tem em vários pontos de BA, na Recoleta, no shopping Pacifico... mas parar para descansar e restabelecer as energias tomando esse sorvete dá a sensação que a vida se renova nesses momentos mágicos.

Espero que gostem das dicas e aproveitem bastante tudo que Buenos Aires tem a oferecer. Não precisa ser tudo de uma vez, o legal de lá, é saber que é pertinho do Brasil e dá pra gente voltar sempre rs.

 

    

* Se forem durante a temporada de frio, dá uma olhada no meu post sobre dicas do que levar na mala de frio. As camadas certas são a chave para se fazer uma boa viagem sem os aborrecimentos por causa da baixa temperatura: (https://cadeagi.com/blogs/news/o-que-nao-pode-faltar-na-mala-pro-frio)

* Ah, calle (se fala caje), é rua em espanhol, então pegando um taxi ou uber, diga que precisa ir para a calle XXXXX

E se você precisar de algo pra sua viagem, dá uma olhada clicando aqui no site da Cadê a Gi? Temos vários acessórios que podem facilitar e muito seus dias longe de casa.


Compartilhe esta postagem



← Postagem anterior Postagem seguinte →


Gostou? Deixe um comentário 😉

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados. A data de publicação será a data de aprovação.