Dicas de hotéis fazenda perto do Rio: parte II

Postado por Administrador Cadê a Gi? em

Oi Viajantes,

Dando prosseguimento à série Hotéis Fazenda (ou no estilo de fazenda), hoje estarei falando de mais 5 opções perto do Rio de Janeiro.

Para ver todos os hotéis dos demais posts é só clicar: post Ipost III e post IV

A seguir, nossos próximos 5 hotéis indicados:

6) Hotel Fazenda Parador Maritacas
7) Hotel Fazenda Ribeirão
8) Hotel Fazenda Rochedo
9) Hotel Fazenda Arvoredo
10) Hotel Vila Verde

 

6) Hotel Fazenda Parador Maritacas - Barra do Piraí - 113 km

Já fomos há quatro anos atrás nesse hotel, então as referências são antigas, mas vamos aos fatos ocorridos.1q3w2q

O excesso de expectativas pode, em alguns casos, estimular negativamente uma estadia. No caso do Parador Maritacas, a expectativa gerou bastante frustração. O hotel cobra uma diária bem alta para o nível de serviço que prestou.

A começar pelo básico: colchão de espuma, as toalhas de uso rasgadas e o secador do banheiro despencando da parede. Até gosto do estilo rústico-chique do hotel, mas teto com tijolos aparecendo cheio de furos que parece que a qualquer momento vai cair um bichinho em cima da cama... aí já era demais, né.

O celular não pegava em ponto algum do hotel. Rede Wi-fi somente na recepção.

Falando em recepção, durante o processo de entrada, o recepcionista ficou grudado em cima de mim lendo tudo que eu escrevia na ficha cadastral. Tive que pedir licença (espaço), porque aquilo realmente estava esquisito. Perguntei sobre o horário das refeições e o que foi dito é que tudo estaria escrito no "folder" dentro do quarto. Fiz algumas outras perguntas e tive a mesma resposta. E, ao chegar no quarto, não tinha "folder" algum, rs.

Em todos os dias, por volta das 13h, eu tinha que ligar para a recepção para pedir que meu quarto fosse arrumado. Assim poderia ao voltar do almoço com meu filho pequeno para dormir.

A comida sem muita variedade, alguns pratos gostosos, outros "normais". A salada parecia de restaurante à kg, com aqueles potinhos de milho e ervilha.

O hotel solicitava que não sejam colocadas roupas na varanda. Porém, não disponibilizava dentro do quarto nenhum outro meio para pendurar as roupas molhadas de piscina, por exemplo.

Como ponto positivo, coloco o Spa, que realmente valeu a pena! É claro que pago e bem pago por fora, mas nesse caso, o valor teve um retorno bom, pois o serviço de massagem foi de alto nível. A piscina também era legal. E o hotel como um todo é bem bonito.

Enfim, a questão não é pagar um preço alto e sim pagar sem ter o retorno ao nível de conforto esperado. Espero realizar outra visita futuramente para tentar rever essa minha lembrança negativa.

 

7) Hotel Fazenda Ribeirão - Barra do Piraí - 129 km

É um hotel fazendão, enorme e com muito espaço. Vários ambientes, alas enormes de apartamentos, alambique, fazendinha, quadras de esportes... Eles tem até heliporto. Chique, né? E há anos mantêm sempre o mesmo padrão de conforto e serviço oferecido.

Com relação às alas dos quartos, pra mim realmente não recomendo ficar na área Village porque é muuito longe. Acho que 1 km (para ser mais precisa) do corpo principal do hotel (local das refeições). Já a área do lago é linda e os quartos são super charmosos.

A comida é bem farta e gostosa e com muitas variedades, reposições constantes, tudo fresquinho e de ótima qualidade.

Quando fomos lá, achei a piscina aquecida pequena para a quantidade de hospedes, mas não sei se algo a esse respeito foi alterado. Também fomos em período de festa junina que foi ma-ra-vi-lho-sa.

Acho que é um hotel muito bom pelo custo x benefício e serviço que oferecem.

 

 

8) Hotel Fazenda Rochedo - Conservatória - 152 km

Já fomos nesse hotel duas vezes. A primeira o Bê tinha um aninho e na segunda tinha quatro. Nessa última vez fomos com o grupo da creche.

A comida sempre deliciosa e no horário. A piscina aquecida, apesar de ser ao ar livre, é mesmo bem aquecida e estava ótima. A recreação deixou um pouco a desejar. Mas como na primeira vez ele era muito bebê e, na segunda, o grupo da creche era grande, não fez diferença.

As crianças adoraram o parquinho infantil, que é bem legal. Esse parquinho tem uma grama sintética ótima com escorregas e balanços e eles se divertiram pra valer.

Os quartos são grandes e bem confortáveis, apesar da cama ser bem dura. O chuveiro é forte e muito gostoso.

O passeio de trenzinho até Conservatória animou o grupo. Uma jardineira simpática que leva e busca o grupo do centrinho da cidade.

E ainda tivemos no sábado a noite um grupo de show ao vivo que foi excelente para os papais e mamães. Foi um fim de semana muito legal, recomendo!

 

 

9) Hotel Fazenda Arvoredo - Barra do Piraí - 116 km

Esse aqui é um outro hotel estilo fazendão da época dos barões do café, com muitos pontos positivos e alguns bem negativos.

A casa grande é muito bonita, refletindo a ostentação de uma típica casa de barões do período áureo do café no Rio. De lá, podemos observar a área do cafezal enorme e imaginando o que acontecia naquela triste época de escravidão e serviços forçados.

O hotel tem uma área bem grande e a equipe de recreação sempre muito ativa, tanto para as crianças quanto para os adultos. Foram muitas trilhas, atividades e muitas brincadeiras o fim de semana inteiro. 

Agora, os quartos.... eram muito ruins. Eram rigorosamente as mesmas senzalas utilizadas antigamente. Que mantiveram praticamente a mesma estrutura da época: Rústicos ao extremo, parece que somente incluíram uma cama e um banheiro. Eu gosto de fazenda nesse estilo, mas não vejo necessidade de (quase) dormir como se ainda estivéssemos em 1800 e bolinha.

O café colonial servido no sábado a tarde é muito interessante e farto. Com bolinhos de chuva, sucos, pães e uma verdadeira fartura dignos de barões e baronesas. 

Já fomos duas vezes, mas não voltei nem tenho intenção de voltar uma terceira vez até saber que melhoraram aqueles quartos rs.

 

10) Hotel Vila Verde - Em Friburgo - 149 km 

Já faziam 10 anos que não voltava no hotel e pude ver uma melhora e um crescimento muito significativo quando estivemos lá ano passado. Mais quartos, uma recepção maior, restaurante ampliado, piscinas modificadas e novas áreas aproveitadas. 

Fui com um grupo de 12 famílias amigas e nos divertimos muito.

Destaco como ponto forte o atendimento sempre educado, prestativo e cordial desde a reserva, a recepção, os garçons, os recreadores e o próprio dono do hotel que foi muito agradável e gentil.

A comida também estava muito gostosa, com sabor e variedades. O fondue de sábado a noite foi perfeito com muita fartura, rápido atendimento e a música ao vivo estava maravilhosa.

Esse hotel tem uma característica que eu e meu marido amamos: quadra de squash. A gente sempre se esbalda batendo uma bolinha. E a piscina aquecida é outro ponto forte. Ela é toda coberta, quentinha, é boa demais.

Mas vale uma ressalva para as categorias dos quartos, que não está bem definida. Uma parte do meu grupo que solicitou na reserva quartos de categorias iguais, alguns ficaram em quartos grandes e outros em quartos bem pequenos. Uns perto da sede e outros bem mais longe. Uns em quartos novos e outros bastante antigos. Isso tudo apesar do valor da categoria ter sido a mesma!!! Então, vale se atentar (e muito) para a essa escolha.

O hotel é muito legal e bem familiar. Com certeza voltaremos uma próxima vez.

 

 

Bem, agora é só aguardar o próximo post com outros cinco hotéis. Mas se você já tem algum em mente e precisa de acessórios para facilitar a sua viagem, dá um clique aqui na Cadê a Gi?, temos tantas coisas legais.

Porque viajar é bom demais e a gente não cansa de compartilhar.


Compartilhe esta postagem



← Postagem anterior Postagem seguinte →


  • Vou sempre a hoteis fazenda com a minha familia. Mas alguns ainda não conhecia, valeu suas dicas. Já estou seguindo. Att

    André G em

Gostou? Deixe um comentário 😉

Os comentários devem ser aprovados antes de serem publicados. A data de publicação será a data de aprovação.